terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Prefeito Jodoval Pontes emite nota de esclarecimento aos educadores do município de Japi

Nota de Esclarecimento

Estimados gestores, professores e servidores da educação municipal de Japi. Quero hoje parabenizar cada um pelo envolvimento e doação na Jornada Pedagógica do ano de 2017. Tive o prazer de abrir os trabalhos no último dia 16, e vi no olhar de cada um o desejo de juntos construirmos uma NOVA HISTÓRIA. Parabenizo a todos pela excelente rotina de trabalhos, onde pude verificar o zelo e empenho em buscar sempre o melhor para nossos alunos.

Parabenizo também pelo início do ano letivo no dia de hoje, o qual inicia com tamanha positividade que posso ver nas redes sociais registros muito comoventes do trabalho de professores são extremamente importantes para o bem estar de nosso município, pois cada bom começo tem um bom professor. 

O novo é sempre impactante. Pude perceber que minha fala tem sido interpretada de forma equivocada nas redes sociais, sobretudo pelo fato de que tenho incessantemente trabalhado em prol dos cidadãos do município e não quero me ater a polêmicas. Mas, em respeito aos professores, gestores e servidores da educação municipal, efetivos, contratados e comissionados quero indicar que o nosso desejo e projeto de gestão na educação é de POTENCIALIZAR os índices de desenvolvimento da educação básica – IDEB, os quais têm atingido números pouco expressivos e que fazem parte de nossa meta leva-los a níveis bem mais altos. Essa busca depende essencialmente de cada professor, gestor e servidor, empenhados neste objetivo. 

Não intencionei fazer referência a gestão anterior, mas quero salientar que hoje, nosso Secretário Municipal de Educação tem autonomia suficiente para agir conforme sua capacidade, ideias e interesses públicos, ele inclusive tem realizado reformas e o reordenamento de escolas, tudo a seu bem entender pois o mesmo tem experiência, conhecimento e capacidade de fazê-lo. E eu, estou em busca de mais investimentos para a pasta, para que tudo que o mesmo imaginar, no clivo da possibilidade fará, pois não se limitará a falta de protagonismo.

Quando me referi a Zero, em se tratando do IDEB, tinha intenção de indicar que seu crescimento tem sido insuficiente diante de nosso plano de gestão na Educação. Buscamos a excelência, o melhor sempre para nosso povo que está cansado de perceber índices nanicos em muitas áreas.

Estamos com profissionais capazes, como conhecimento técnico e pedagógico para empreenderem essa conquista e professores extremamente qualificados e que são a mola mestra nesta engrenagem. Os índices serão mantidos, menores ou maiores e a conquista ou fracasso será glorificado ou repensado por todos, pois estamos numa gestão transparente e próxima de cada profissional. 

Reconheço o trabalho dos nossos gestores e professores pois estão comprometidos com o melhor para a cidade e que não se prendem a campanhas que tentam desestabilizar nossa gestão, nem muito menos estão na torcida por nossos erros; somos humanos, podemos falhar, mas temos sempre a intenção de consertar nossos equívocos quando forem achados e buscar a eficiência e competência institucional que é nossa principal meta.

Não vou me dirigir pessoalmente a ninguém, afinal; trato meus conterrâneos na condição que fui designado, e não quero misturar divergências políticas e outras tensões do meu atual momento como PREFEITO ELEITO E DE MANDATO VIGENTE em meu município. Vejo cada cidadão com a mesma importância, da cozinheira à professora todos tem o meu respeito, meu suporte e minha atenção a qualquer hora, em meu gabinete e até em minha casa, pois estou diariamente na minha cidade, governando de perto, sentindo, vivendo, amando e vencendo, construindo UM NOVO TEMPO, UMA NOVA HISTÓRIA. 

Todo bom começo tem um bom professor, parabéns a todos pelo inicio  desta jornada tão linda, vocês são fundamentais na realização do nosso sonho.

Jodoval Ferreira de Pontes
 Japi, 20/02/2017

Aposentadoria no Brasil será mais dura que de países ricos

Rodrigo Clemente/AE/VEJA
As novas regras para a aposentadoria propostas na reforma da Previdência encaminhada pelo governo farão com que o Brasil tenha um sistema mais rígido que o dos países mais desenvolvidos. As informações são de reportagem do jornal Folha de S. Paulo. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do assunto está tramitando em uma comissão especial na Câmara, e o governo quer que a medida seja aprovada ainda neste ano.

A mudança enviada pelo Planalto prevê que o tempo mínimo de contribuição para ter direito ao benefício será de 25 anos, e o limite de idade é de 65 anos. Nesse caso, o valor ao qual o contribuinte teria teria direito seria de 76% da média dos salários sobre os quais contribuiu.

Para conseguir os 100%, seria necessário ter um tempo de contribuição de 49 anos. Esse tempo é superior à dos países da OCDE, grupo que reúne as nações mais desenvolvidas, em que são necessários 44 anos em média para se ter acesso ao benefício integral.

Pela nova regra brasileira, caso o trabalhador não consiga atingir o limite mínimo de 25 anos de contribuição, não terá acesso a um benefício proporcional. Atualmente, é possível se aposentar a partir de 15 anos de contribuição.

A mudança torna o sistema é mais duro do que o de países que tem a população mais envelhecida que a do Brasil. No caso da Alemanha, é possível ter benefício proporcional a partir de 5 anos de contribuição, enquanto nos Estados Unidos, o limite mínimo é de 10 anos. Na Espanha, 15 anos de contribuição dão direito à metade do benefício.

VEJA.com

Seleção sub-17 de Japi tem jogo decisivo nesta terça

A seleção de Japi sub-17 vai para mais um jogo decisivo em sua pretensão de se classificar para a próxima fase da copa do Trairi. O jogo acontece nesta terça (21) as 15:00 horas, contra o Currais Novos-RN, no estádio do Iberezão na cidade de Santa Cruz-RN.

Ao nosso blog o treinador Daniel Tatu disse que está confiante na sua equipe, e vai com o que tem de melhor para enfrentar uma forte equipe da região do Seridó.

Lembrando que o coordenador de esporte Yham sempre está presente dando o suporte necessário para os atletas.

A equipe tem o apoio da prefeitura Municipal.

Blog Japi em Foco

Emater RN: processo seletivo com vagas para Japi e demais cidades do RN

A Fundação Guimarães Duque, ligada à Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), e a Emater-RN divulgaram o edital do processo seletivo simplificado com o objetivo de contratar profissionais de nível médio e superior para atuarem como bolsistas em projetos de pesquisa com atividades de extensão rural nos municípios do Rio Grande do Norte.Estão sendo oferecidas 163 vagas para diversos municípios do Estado para os cargos de Técnico Agrícola (Agropecuária e Agroecologia), Técnico em Agroindústria, Engenheiro Agrônomo, Médico Veterinário e Zootecnista. Confira abaixo a relação de vagas, locais e salários oferecidos: 163 vagas para Técnico Agrícola (Agropecuária ou Agroecologia) com ensino médio técnico na área, registro no CREA e carteira de habilitação B. Salário de R$1.000,00.

Clique no edital 

Municípios com vagas: Alto do Rodrigues, Angicos, Assu, Campo Grande, Carnaubais, Fernando Pedroza, Ipanguaçu, Itajá, Lajes, Macau, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pendências, Porto do Mangue, Triunfo Potiguar, Caicó, Equador, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jucurutu, Ouro Branco, São João do Sabugi, São José do Seridó, Santana do Seridó, Timbaúba Batistas, Serra Negra do Norte, Acari, Bodó, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Florânia, Lagoa Nova, Santana do Matos, Tenente Laurentino Cruz, Ceará Mirim, Extremoz, Jandaíra, Jardim de Angicos, João Câmara, Maxaranguape, Parazinho, Pedra Grande, Poço Branco, Pureza, São B. do Norte, São Gonçalo do Amarante, São Miguel do Gostoso, Taipu, Touros, Apodi, Baraúna, Governador Dix Sept Rosado, Grossos, Rodolfo Fernandes, Serra do Mel, Severiano Melo, Upanema, Água Nova, Major Sales, Cel. João Pessoa, Dr. Severiano, Fco. Dantas, José da Penha, Luiz Gomes, Paraná, Pau dos Ferros, Pilões, Rafael Fernandes, Riacho de Santana, Tenente Ananias, Venha Ver, Alexandria, Campo Redondo, Coronel Ezequiel, Japi, Lajes Pintadas, Monte das Gameleiras, São Bento do Trairí, São José do Campestre, Serra de São Bento, Tangará, Arês, Baia Formosa, Brejinho, Canguaretama, Espírito Santo, Jundiá, Lagoa D’Anta, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Monte Alegre, Nísia Floresta, Passa e Fica, Pedro Velho, São José de Mipibu, Santo Antônio, Senador G. Avelino, Serrinha, Tibau do Sul, Várzea,Bento Fernandes, Boa Saúde, Bom Jesus, Caiçara do Rio do Vento, Ielmo Marinho, Lagoa de Velhos, Riachuelo, Ruy Barbosa, São P. Potengi, São Pedro, São Tomé, Santa Maria, Sen. Elói de Souza, Serra Caiada, Antônio Martins, Rafael Godeiro, Janduís, Itaú, João Dias, Martins, Messias Targino, Portalegre, Riacho da Cruz, Serrinha dos Pintos, Umarizal, Viçosa e Patu.

Fábio Dantas assume interinamente o Governo do RN

O vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) assumiu interinamente a chefia do Executivo Estadual, a partir de hoje (20).

A transmissão de cargo aconteceu em razão da ausência do governador Robinson Faria, que viajou em missão oficial para a China.





Por Heitor Gregório

Trama erótica ‘Cinquenta tons mais escuros’ lidera bilheterias

O filme “Cinquenta tons mais escuros” manteve a liderança nos cinemas brasileiros pela segunda semana consecutiva. A trama sadomasoquista atraiu 688.000, e teve bilheteria de 10,8 milhões de reais. Os dados foram divulgados pela consultoria ComScore.

Em segundo vem o infantil “Lego Batman – O Filme“, com público de 239.000 espectadores e renda de 3,9 milhões de reais.

RN teve 22 homicídios no fim de semana

O RN contabiliza mais um fim de semana violento. Foram 22 homicídios, segundo o Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO-RN). No cômputo geral, até o fim da noite de ontem (19/02/2017) foram 325 CVLIs (Crimes Violentos Letais Intencionais) no RN.

Os dados apontam para um aumento de 37,13% em relação a 2016. Os dados absolutos demonstram 88 mortes violentas a mais que no ano passado no mesmo período. Em 2016, até o mesmo período, foram 237 CVLIs, contra 234 em 2015.

Cientistas propõem nova definição de planeta que inclui Plutão

© image/jpeg
Um grupo de cientistas da Nasa divulgou recentemente um manifesto que pede a alteração da definição de planeta. Se aceita, a mudança poderá incluir 100 novos astros à lista de planetas conhecidos do nosso sistema solar – entre eles, Plutão e a Lua. Os pesquisadores apresentarão a proposta durante a Conferência Anual de Ciência Planetária e Lunar (LPSC, na sigla em inglês), que ocorrerá de 20 a 24 de março, nos Estados Unidos.

A alteração que o grupo está tentando aprovar determina que os corpos celestes do nosso sistema solar não precisam orbitar o Sol para ser considerados planetas. Em vez disso, propõem que apenas suas propriedades físicas sejam consideradas na hora de fazer a classificação – e não sua interação com estrelas. Segundo eles, a maioria das pessoas assume que todos os corpos celestes que não são considerados planetas “deixaram de ser suficientemente interessantes para justificar sua exploração científica”. A nova classificação chamaria a atenção das pessoas para esses astros, destacando sua importância para a ciência.

A equipe é liderada por Alan Stern, cientista da Nasa que está à frente da missão New Horizons, enviada em 2009 em direção a Plutão. Em 2015, a sonda conseguiu efetuar com sucesso o primeiro vôo rasante já feito sobre o planeta anão, e desde então, tem explorado o cinturão de Kuiper, região nos confins do sistema solar, e enviado fotos em alta resolução para a Terra.

A mudança
No momento, a nova proposta de classificação aguarda aprovação da União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês). Segundo os critérios atuais do órgão, para ser considerado um planeta, o corpo celeste deve orbitar o nosso Sol e ter dominância orbital na zona em que está – quando não há nenhum outro objeto de tamanho parecido além de seus satélites –, afirmação que Stern e sua equipe desconsideram na proposta. Para eles, uma definição que inclua corpos que orbitem outras estrelas e tenham objetos de qualquer tamanho ao seu redor seria mais adequada.

Simplificando, a equipe define planetas como “objetos redondos no espaço que são menores do que estrelas”. Segundo os cientistas, essa classificação é mais abrangente e se aproxima do uso comum da palavra, além de ser mais fácil para estudantes e o público em geral compreenderem. Apesar de parecer muito ampla, ela exclui estrelas e outros objetos como buracos negros.

Apesar de orbitar o Sol, seguindo os critérios da IAU, Plutão deixou de ser considerado um planeta por não possuir dominância orbital, sendo “rebaixado” para a classificação de planeta anão em 2006. Com a mudança na definição, o astro poderia retornar ao seu status anterior, assim como a Lua também poderia ganhar o novo título. Na verdade, muitos outros corpos celestes do nosso sistema solar também entrariam na lista, incluindo as quatro luas de Júpiter e Titã, o maior satélite natural de Saturno.

Segundo Stern e sua equipe, além dos critérios da IAU serem muito restritos, mesmo alguns astros que são considerados planetas atualmente não conseguem cumpri-los totalmente. A Terra, por exemplo, possui um grande número de objetos que viajam em torno de sua órbita, o que não satisfaz completamente o critério da dominância orbital. Além disso, para que a dominância orbital exista, explicam os cientistas, é necessário delimitar uma zona – e, para eles, a classificação de um planeta não deveria ser feita com base em medições de distância, e sim nas suas propriedades físicas intrínsecas.

Por Leticia Fuentes – VEJA.com

CBF define tabela do Brasileirão

© Foto: Rafael Ribeiro/CBF Taça de campeão brasileiro
A CBF apresentou nesta segunda-feira aos 20 clubes da Série A a tabela do Brasileirão-2017. A competição começa no dia 13 de maio. O atual campeão Palmeiras vai estrear em casa, contra o Vasco. Vice-campeão em 2016, o Santos estreia fora de casa, contra o Fluminense. Terceiro colocado, o Flamengo recebe o Atlético-MG no primeiro jogo.

A terceira rodada já terá clássicos estaduais: Vasco x Fluminense e São Paulo x Palmeiras.

1ª RODADA DA SÉRIE A-2017 (13 ou 14/5)
Fluminense x Santos
Flamengo x Atlético-MG
Palmeiras x Vasco
Corinthians x Chapecoense
Cruzeiro x São Paulo
Coritiba x Atlético-GO
Grêmio x Botafogo
Bahia x Atlético-PR
Ponte Preta x Sport
Avaí x Vitória

2ª RODADA (20 ou 21/5)
Botafogo x Ponte Preta
Vasco x Bahia
Santos x Coritiba
São Paulo x Avaí
Atlético-MG x Fluminense
Atlético-PR x Grêmio
Sport x Cruzeiro
Vitória x Corinthians
Atlético-Go x Flamengo
Chapecoense x Palmeiras

3ª RODADA (27 ou 28/5)
Botafogo x Bahia
Vasco x Fluminense
Santos x Cruzeiro
São Paulo x Palmeiras
Atlético-MG x Ponte Preta
Atlético-PR x Flamengo
Sport x Grêmio
Vitória x Coritiba
Atlético-GO x Corinthians

Lance!